sexta-feira, abril 08, 2005

Caio Júlio Fedro (15 a.C - 50)

Escritor latino nascido na Trácia, considerado o introdutor da fábula, contos de de cunho didático e moralizante, na literatura latina. De origem pouco conhecida, sabe-se que nasceu escravo e morou na Itália na juventude e permaneceu algum tempo a serviço de Augusto, até que foi alforriado. Homem de vasta cultura, completou a formação com a leitura de autores gregos e latinos. Iniciou-se na atividade literária adaptando a versificação latina às fábulas que a tradição atribuía a Esopo e, com o tempo, passou a criar os próprios temas e argumentos. Sua produção soma cinco livros, com 123 composições em versos iâmbicos, com uma sílaba breve e outra longa, e caracterizam-se pelo confronto entre o fraco e o opressor. Analisado como inferior a Horácio e La Fontaine, por exemplos, sua versificação simples e correta deu a sua obra enorme popularidade durante a Idade Média, época em que inúmeras versões em prosa e em verso circularam pela Europa.. Alguns de seus manuscritos ainda existem na Itália e entre seus títulos mais conhecidos citam-se A raposa e as uvas, O lobo e o cordeiro e As rãs que pediam um rei.

Esopo
(Um dos modelos que Fedro seguiu)

Lupus et Agnus

Ad rivum eundem lupus et agnus venerant,
siti
compulsi. Superior stabat lupus,
longeque inferior agnus. Tunc fauce improba
latro incitatus iurgii causam intulit;
«Cur» inquit «turbulentam fecisti mihi
aquam bibenti?» Laniger contra timens
«
Qui possum, quaeso, facere quod quereris, lupe?
A te decurrit ad meos haustus liquor».
Repulsus ille veritatis viribus
«Ante hos sex menses male» ait «dixisti mihi».
Respondit agnus «Equidem
natus non eram».
«Pater hercle tuus» ille inquit «male dixit mihi»;
atque ita
correptum lacerat iniusta nece.
Haec propter illos scripta est homines fabula
qui fictis causis innocentes opprimunt.

Retirado dos sites :
http://www.sobiografias.hpg.ig.com.br/CaiJFedr.html
http://www.cnice.mecd.es/eos/MaterialesEducativos/
mem2001/scripta/gen/genyaut.htm#fedro