terça-feira, abril 05, 2005

De Senectute

" Haverá alguém tão louco, mesmo sendo um simples adolescente, que chegue ao ponto de acreditar viver absolutamente até ao fim do dia? Tem a juventude, muito mais do que a nossa idade, ocasiões para morrer: as doenças grassam mais facilmente entre os jovens e, quanto mais grave é o mal, mais penosa a cura - poucos chegam assim à velhice. Se tal nao acontecesse, viver-se-ia com maior sensatez e melhor: na verdade, encontra-se nos velhos o pensamento, a sensatez e a sabedoria, sem as quais os estados nao poderiam absolutamente existir. "
Cícero, Da Velhice, XIX, 67
Este pequeno excerto dá-nos uma ideia geral da obra. Aqui Cícero fala da velhice como uma fonte de sabedoria e não como um fardo que deve suportar, visão esta muito generalizada nos dias em que vivemos.
Carlos etiam dixit