terça-feira, abril 05, 2005

À maneira de aperitivo

Para quem gostou da tradução da Odisseia feita por Frederico Lourenço, deixo a indicação que já saiu a sua tradução da Ilíada. Para além de ser um tradutor conceituado, Frederico Lourenço é também um romancista, autor da triologia - Pode um desejo imenso, O curso das estrelas e À beira do mundo. Se nunca leram nada dele aqui fica a recomendação e à maneira de aperitivo aqui têm um excerto de um texto(crónica pessoal sobre a adolescência) deste autor.
"Há reconhecidamente uma cola milagrosa para juntar as peças tresmalhadas da alma:chama-se música."
Lourenço, Frederico, Amar não acaba, Edições Cotovia