sexta-feira, abril 08, 2005

A velhice

Em De Senectute, Cícero defende de forma impressionante a velhice. Esta foi escrita na tristeza dos seus últimos dias, no contexto da morte da filha e durante a ditadura de César (queda da República). Cícero demonstra no diálogo, retroprojectado para 150 a. C., entre Cato de 83 anos e dois jovens de 30, Cipião, o africano, e C. Laetius, como a velhice pode ser uma fase feliz na vida de um homem que soube agir com sabedoria e justiça. Os textos de Cícero são importantes para a compreensão filosófica e existencialista desse tempo próximo da morte, sobre as condições de vida dos idosos que são desprezados. Este é um tema muito actual apesar de ter sido escrito há muito tempo. Ainda hoje não se dá o devido valor aos idosos. A exaltação da juventude parece corresponder a um desprezo pela velhice.